segunda-feira, 2 de junho de 2008

Vitrine

Eu sou um cara de vendas. Publicitário por formação e metido com desenvolvimento de negócios por puro tesão. Eu gosto de acompanhar este mercado. Eu gosto de entender o equilíbrio complexo entre oferta e demanda, da briga de concorrentes, das leis de mercado. Eu gosto disso e isso faz diferença na minha vida.

Desde a época da faculdade, quando eu tinha não mais do que 18 anos, eu sempre gostei de identificar as peculiaridades de cada um dos clientes. Meu foco era sempre o de achar um diferencial competitivo que fizesse com que a escolha fosse natural.

Desde aquela época acho que não perdi esta mania. Só que o tempo e a tecnologia ajudaram a saciar este meu hobby. Hoje eu gosto de vasculhar o orkut. Gosto de ficar por lá e observar perfis de gente conhecida e de gente sem qualquer ligação. Eu gosto de olhar para aquelas carinhas e depois ler como é que estas pessoas se vendem.

Indepentende do interesse manifestado: Amigos, namorados, contatos profissionais, ou o que for, cada linha daquelas conta muito mais sobre as pessoas do que alguns podem não perceber e eu sou fascinado por isso. Abaixo seguem a descrição de um perfil que encontrei por lá.

Para responder a pergunta, "Quem sou eu?" esta jovem nos escreve.

"Sou tantas que mal consigo me distinguir. Sou estrategista, batalhadora, porém traída pela comoção. Num piscar de olhos fico terna, delicada."

"Pode invadir ou chegar com delicadeza, mas não tão devagar que me faça dormir. Não grite comigo, tenho o péssimo hábito de revidar. Acordo pela manhã com ótimo humor mas ... permita que eu escove os dentes primeiro. Toque muito em mim, principalmente nos cabelos e me fale sobre minha nocauteante beleza. Tenho vida própria, me faça sentir saudades, conte algumas coisas que me façam rir, mas não conte piadas e nem seja preconceituoso, não perca tempo, cultivando este tipo de herança de seus pais. Viaje antes de me conhecer, sofra antes de mim para reconhecer-me um porto, um albergue da juventude. Eu saio em conta, você não gastará muito comigo. Meu dinheiro eu mesma ganho. Acredite nas verdades que digo e também nas mentiras, elas serão raras e sempre por uma boa causa. Respeite meu choro, me deixe sózinha, só volte quando eu chamar e, não me obedeça sempre que eu também gosto de ser contrariada. ( Então fique comigo quando eu chorar, combinado?). Seja mais forte que eu e menos altruísta! Não se vista tão bem... gosto de camisa para fora da calça, gosto de braços, gosto de pernas e muito de pescoço. Reverenciarei tudo em você que estiver a meu gosto: boca, cabelos, os pelos do peito e um joelho esfolado, você tem que se esfolar as vezes, mesmo na sua idade. Leia, escolha seus próprios livros, releia-os. Odeie a vida doméstica e os agitos noturnos. Seja um pouco caseiro e um pouco da vida, não de boate que isto é coisa de gente triste. Não seja escravo da televisão, nem xiita contra. Nem escravo meu, nem filho meu, nem meu pai. Escolha um papel para você que ainda não tenha sido preenchido e o invente muitas vezes.

Me enlouqueça uma vez por mês mas, me faça uma louca boa, uma louca que ache graça em tudo que rime com louca: loba, rouca, boca ... Goste de música e de sexo. Goste de um esporte não muito banal. Não invente de querer muitos filhos, me carregar pra a missa, apresentar sua familia... isso a gente vê depois ... se calhar ... Deixa eu dirigir o seu carro, que você adora. Quero ver você nervoso, inquieto, olhe para outras mulheres, tenha amigos e digam muitas bobagens juntos. Não me conte seus segredos ... me faça massagem nas costas. Não fume, beba, chore, eleja algumas contravenções. Me rapte! Se nada disso funcionar ... experimente me amar!"

Uma boa campanha dispensa comentários, eu nem sei quem ela é. Mas comprava fácil! E você, se vende bem? Aceito descrições nos comentários.

Beijo pra quem é de beijo

Marcadores: , , ,

6 Comentários:

Às 2 de junho de 2008 20:49 , Blogger Bel disse...

Sim, e a pergunta que não quer calar é: Cadê o link do SEU perfil no orkut???

(O meu tem no blog, e as mil descrições que já passaram por lá não chegam nem perto do que eu sou...)

Bjo! ;)

 
Às 2 de junho de 2008 23:55 , Blogger .Intense. disse...

Talvez meu nome diga por si mesmo, talvez não. A verdade é que, agora, eu não sei quem sou. Estou descobrindo, criando, reinventando, gostando muito pouco de muitas coisas que vejo, e gostando muito de poucas coisas que percebo, mas estou no caminho, já tenho a vontade e isso é o essencial.

;)
'Um desvendar'. Como que eu vou me contar pra vc, BetterMan? (cada vez que eu digo BetterMan, tenho vontade de piscar, cúmplice, confesso...;) )

Adorei ver vc falar de vc lá em cima. E adoro quem faz as coisas por tesão, seja lá o que for - sexo ainda não tentei, mas pode ser que seja bom tb.

Qto ao coments no meu blog, te conto: o homem do saco era comunista!rs

Beijos intensos, BetterMan!

ps.: como é que é o lance lá da palavra amalucada?rs ahn?rs

;*

 
Às 3 de junho de 2008 08:53 , Blogger Mysterious Ways disse...

... on mysterious ways ...

missing you so ...

 
Às 10 de junho de 2008 17:41 , Blogger Caféína disse...

Eita, q quem sou eu mais complexo...
o seu é mais legalzim!

 
Às 19 de julho de 2008 18:50 , Blogger Lyn Monroe disse...

Ta explicado pq vc se vende tao bem! rs
Mas a menina se vende maravilhosamente bem...
eu nem me arrisco, sou pessima vendedora! rs
beijos!

 
Às 9 de abril de 2009 22:03 , Blogger Vanusa disse...

Risos!
Sabe gostar? Mas gostar muito? Rir, encantar-se, "devaneiar" e se perder, se achar e ler e ler mais e ainda querer mais?
Adorei seu blog!
Volto. Bjs!!!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial