terça-feira, 22 de abril de 2008

A love that´s for real

Não importa quantas histórias eu escreva, quantos personagens ou amores imaginário eu invente. Não importa quanto tempo faça ou quanta chuva caia. Não importa quem se molha ou quem lê. O fato é que eu penso em você o tempo todo, há muito tempo. Confesso que nunca lutei pra que isso não acontecesse, nem reprimi essa coisa que eu incisto em sentir. Isso me nutre.

Não controlo a caneta, nem mando na história. Sim, erro bastante porque aqui é real. Nessa hora não existe criação, teste de efeito, control z. Cada um dos beijos que eu lhe dei, das linhas que te escrevi, das mágoas que causei neste tempo todo. Cada uma delas foram reais como o amor sem fim que sinto.

Me desculpe se na vida eu sou tão tolo. Trocando os pés pelas mãos como a maioria dos heróis que crio. Me desculpe se às vezes eu não sei como fazer as coisas direito. A intenção, eu juro, é sempre a melhor. Nem de longe eu posso ser perfeito, nem quero. O que eu te prometo é que sou real, 100% fibra e sonho, com toda potência que eu possa gerar.

Como tudo na vida real, essa história machuca. Hora um, hora outro e eu consigo pensar num milhão de motivos para terminar aqui e não escrever nenhuma nova linha. A grande questão é que eu não quero. Eu acredito. Como tudo na vida real, o tempo faz bem e acalma os ânimos. Cedo ou tarde tudo pode mudar e eu vou estar aqui, sempre.

Vivo no silêncio, calando coisas que não posso falar. É muita intensidade, som e fúria. Não quero incomodar, mas é assim que eu sei amar de verdade. É só assim que eu sei sentir, sem limite e barulhento. Só preciso de corda e um norte, eu subo alto e te carrego comigo.

Por onde quer que eu vá, eu levo você no olhar.
Ah, se você ao menos soubesse...

Marcadores: , , ,

13 Comentários:

Às 22 de abril de 2008 23:17 , Blogger BLOG disse...

nada dói + que o amor

nem a frustração
nem a decepção

nada aperta mais o peito ou faz a lágrima ser mais ácida

e mesmo assim, nao há nada melhor no mun-do!

 
Às 24 de abril de 2008 00:20 , Blogger Dona Laura disse...

Faço minhas as palavras de "blog"

hey, só por constatação, de Gyn?

 
Às 24 de abril de 2008 01:44 , Blogger .Intense. disse...

se soubesse?...

bem, eu particularmente, adoraria. Ninguém pensa em mim, ou me sente, com tanta intensidade. Menos ainda declarada. Se for amor mesmo, e não obsessão - e que fina linha separa as duas coisas - eu adoraria saber.

Vc não precisa ser convocado pra fazer o meme. Basta querer contar pra gente...

;)

 
Às 24 de abril de 2008 12:57 , Blogger .linny disse...

escreveu pra mim?? amei!
ta lindo, fala muito de mim no teu texto esse em especial.

doce beijo

 
Às 24 de abril de 2008 18:00 , Blogger Bianca Rieth disse...

não esconda nada, o melhor de tudo é sentir, viver, descobrir.

nao tenha medo, o amor machuca, dói, sim, ele faz tudo isso também. Mas, envolve sempre um mundo novo, vale a pena sentir =)

gostei do teu espaço, parabéns

convido-te a visitar o meu blog:
Aquelas Estórias

http://aquelasestorias.blogspot.com/


ah!! posso te linkar?
assim, divulgamos a nossas idéias e divagações, sinta-se a vontade para fazer o mesmo =)

 
Às 24 de abril de 2008 20:26 , Blogger Ariana disse...

sábias palavras!

Adorei o blog!

Beijo*

 
Às 25 de abril de 2008 17:24 , Blogger Carolina de Castro disse...

Ai.. os amores secretos.
Tanto guardado, mas que insistem em sair do peito!
Quem não teve o seu?
=P

 
Às 25 de abril de 2008 23:52 , Blogger eu mesma disse...

Ah,o amor!

:)/:(

 
Às 29 de abril de 2008 00:26 , Blogger 'Meu mundo. disse...

o que é 100% real é o amor.

 
Às 5 de maio de 2008 17:45 , Blogger Mysterious Ways disse...

Por onde esse BetterMan?

 
Às 6 de maio de 2008 00:59 , Blogger Bel disse...

Foi pra mim que alguém escreveu isso??? Uau...

 
Às 15 de maio de 2008 11:41 , Blogger Mysterious Ways disse...

Sinceramente, eu acho que vc devia mandar essa carta pra ela... vai funcionar, tenho certeza.

O coração dela se derreteria e ela esqueceria tudo e voltaria pra vc mesmo depois de tudo.

A única coisa problemática pra vc seria carregar as tartarugas marinhas na corda. Mas o amor te ajudará a superar isso, aposto.

 
Às 2 de setembro de 2010 08:24 , Blogger Cris França disse...

nossaaa

queria que essa mensagem chegasse ao ou à destinatária, que lindo. parabéns. adorei o blog

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial