segunda-feira, 31 de março de 2008

Vida de Hotel

A vida de hotel é engraçada, às vezes surpreendente. Sempre me chamou a atenção o fato de que em alguns poucos metros quadrados se concentrassem gente dos quatro cantos do mundo. Todos cheios de histórias, sonhos, saudades e, invariavelmente, vontade de conhecer alguém. Hotéis são ilhas de solidão e oportunidades, tudo depende de como você encara a coisa.

A coisa toda começa quando você chega a portaria, uns moços educados lhe abrem a porta do taxi e perguntam em três línguas se podem te ajudar de alguma forma. "Alô? Eu sou um cara comum." Mesmo diante de protestos eles nos chamam de sr. e carregam nossas malas. É o primeiro indício de que um hotel não faz parte da realidade cotidiana. Daí em diante é um sem fim de indícios que comprovam minha teoria do oásis. Não que eu me impressione com a quantidade de opções oferecidas, afinal restaurantes, piscina, sauna, academia e business centers não são novidades pra ninguém.

O que me chama a atenção é a quebra da rotina, a parada no tempo, o reencontro com as próprias vontades, a confluência das válvulas de escape. Mais da metade das pessoas que conheço não reservem um pedaço do seu tempo para relaxar na sauna ou jantar tranquilamente com um amigo. Muito menos pessoas que conheço saem da citada sauna e encontram o pessoal na piscina.

Uma vez compreendido este cenário, temos que levar em conta uma outra variável muito interessante. A riqueza das pessoas que convivem ali. Se o hotel tiver um nível um pouquinho mais alto, encontrará, com certeza, pessoas que vão te ensinar muito. Seja pela qualificação profissional, seja pela experiência de vida, seja apenas pela grande bagagem que os anos de estrada acumulam. É uma ebulição de realidades reunidas na mesa do café da manhã.

Eu gosto muito da vida de hotel, usada com moderação, é um espaço e tanto para pensar e uma grande oportunidade para pensar na vida que levo, nas pessoas que convivo, nos sentimentos que reprimo ou exponho. Eu gosto muito da parada no tempo, da convivência forçada, do dividir o quarto e um pouco da vida, das conversas sem porquê. Eu gosto muito do laptop na cama e de saber que para algumas pessoas nossa presença, efetivamente, faz diferença.

Estou de volta à casa, ao blog, aos comments e a vida cotidiana. Cheia de problemas, de frustrações e de sonhos. Estou de volta ao lugar que pertenço e a casa é uma bagunça. Arruma um cantinho e senta aí.

;)

Marcadores: , ,

12 Comentários:

Às 31 de março de 2008 16:48 , Blogger Café disse...

Vida boa a de hotel né? e o bom é que você pode brincar de ser quem vc quiser...

e logo logo posto mais bobices lá

bjs

 
Às 31 de março de 2008 22:05 , Blogger Núbia disse...

puxa! eu adorei este lugar! Obrigada pela visita. Beijos

 
Às 31 de março de 2008 22:12 , Blogger Bel disse...

Me pegou no flagra...
Li, gostei, cliquei em "share"... mas não tinha o que comentar especificamente. E sou daquela opinião: "Não tem o que dizer? Não diga nada."

Volte sempre!
(E continuo mal, atravessando a intempérie. Mas resiliente.)

 
Às 1 de abril de 2008 00:53 , Blogger .Intense. disse...

Vc some, né.
=/


Sabe que eu ando com vontade de sair, ir prum lugar, só pra ficar um diazinho que seja num hotel? e sabe por que? pq lá eu me sinto cuidada. Será que isso é carência?

Vai entender.
Mas é verdade.

;)

 
Às 1 de abril de 2008 12:48 , Blogger Lara disse...

Hello! Valeu pelo comentario la no novo blog... q ta se adaptando a vida... hehe
Bem, vida de hotel eh tudo, ate pq meu marido vive viajando e eu vou c ele (e so curto a parte boa, pois nao estou trabalhando!), mas te confesso q cansa. E qdo a gente retorna p casinha da gente, p nossa caminha... aaaaaaaah, q coisa boa!
;)
Bj grd!
Lara.

 
Às 1 de abril de 2008 12:57 , Blogger Lara disse...

PS, os outros post estao catalogados na direita, como capitulos da minha vida... e vale a pena recordar...:P

 
Às 1 de abril de 2008 13:04 , Blogger Café disse...

O filme escolhido foi uma, mas na hora q chegamos tinha encerrado e foi outro, o filme era bobinho, mas a companhia compensou...um refugio em meio a tempestade!

 
Às 1 de abril de 2008 13:14 , Blogger Lara disse...

PS: to linkando vc la nos meus parceiros, pode?
Reciproca ta valendo?hehe
:P

 
Às 2 de abril de 2008 15:36 , Blogger Dona Laura Aresta disse...

Sei, e como sei dessa vida de hotel!
E como disse "Café" lá a gente pode ser quem quiser...
Eu tenho que admitir que quando estou neles eu me sinto a senhora luxúria, ando pisando em ovos e tenho até um manejar esnobe com a caneta... (risos)
Ah, essa quebra de rotina me seduz e acaba facil ser abduzida por esse mundo subserviente...

rááá! gosto de tú! (ou ao menos dessa mente que pensa e dos dedos que nos transferem tamanha eloqüência)
:D

 
Às 4 de abril de 2008 22:07 , Blogger world soul disse...

Olá!

Gostei do seu blog, o título do post logo me chamou a atenção... Sou turismóloga e trabalhei anos em hotelaria, nos últimos, como conciérge no maior hotel de BH... Na época achava um stress, hoje recordo com grande saudade... Ô tempo bom!

Bjs pra vc!

 
Às 17 de abril de 2008 09:41 , Blogger Andrea Savoia disse...

Quando estou num hotel me sinto outra pessoa!Nem os problemas levo comigo.O duro é volta à realidade!
Adorei seu blog e obrigada pela visita!

 
Às 18 de abril de 2008 22:50 , Blogger Bruno Quadros disse...

Sammy, adorei o seu blog, estou achando os textos deliciosos. Eu sou da opinião que os textos que falam do cotidiano são sempre os mais saborosos.

Apesar do elitismo na passagem "Se o hotel tiver um nível um pouquinho mais alto, encontrará, com certeza, pessoas que vão te ensinar muito.", concordo inteiramente que hotéis são uma encruzilhada de destinos, desgraçados e afortunados. Enfim, uma encruzilhada de nacionalidades, percepções, idéias, realidades e biografias. Pena que toda esta riqueza seja empobrecida pelo próprio fato de o hotel ser um lugar de passagem...

Abraço Sammy, deixe aflorar cada vez mais a sua veia literária.

P.S.: E aí? Quando vamos começar o nosso blog? Mal posso ver a hora...

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial