quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Far, far, away..

Eu odeio blogs que só são atualizados às vezes. Eu odeio também posts feitos sem planejamento, sem missão, visão e valores, sem porquê. Acho que nas duas situações a gente perde tempo e tempo é algo que eu tenho, cada vez mais, valorizado.

Infelizmente, tenho cometido estes dois pecados. Mea culpa, mea culpa, mea maxima culpa. Sei que vou arder no fogo do inferno dos leitores por conta disso, mas antes disso, é uma quebra no meu primeiro e mais valioso compromisso: o compromisso comigo mesmo.

Eu nunca achei que este blog ficaria famoso, nunca o inscrevi em concursos ou qualquer outra competição, nunca enumerei alguns selos carinhosos recebidos. Todavia eu também nunca o desprezei achando que ninguém passaria por aqui. Blog é interessante. Blog mostra a essência, real ou inventada, blog é o que não está escrito e é isto o que me fascina.

A vida anda uma loucura, das grandes, com correria, viagens, reuniões e um amontoado de problemas. A vida anda um pouco fora do controle pelo único e preocupante motivo de que eu soltei as rédeas e a deixei seguir. Às vezes é trabalhoso tentar controlar tudo.

Eu só comecei tudo isso para dizer, aos poucos que se importam, que eu continuo por aqui. Adoro todo o carinho recebido, todas as visitas, os comentários, os recados no m sn, tudo. Comecei a dizer isto tudo para contar pra vocês que mesmo com tudo isso dito aí em cima a poesia ainda caminha comigo, que a história ainda é bonita e inesquecível e que o que importa é que seja boa de contá-la.

Minhas linhas continuam tortas e cheias de verso. Meus caminhos as perseguem. A história apenas começou, calma. E muito obrigado a vocês, que deixam um pouco da vida por aqui.

Marcadores: , , ,

9 Comentários:

Às 22 de agosto de 2008 12:18 , Blogger Leticia disse...

Obrigado à vc , por ainda compartilhar a sua vida , a poesia e a essência contida no que não está escrito conosco.

A roda viva não pára nunca.

 
Às 22 de agosto de 2008 13:04 , Blogger Lary disse...

Como disse uma alma esotericamente iluminada, "há muita agitação na egrégora".

Fato verificado ao pipocar pelos blogs: ou se é intenso demais, ou silente demais. Nas duas, o foco se perde, ou se confunde, e as idéias se acumulam sem tempo para análises mais saboreadas...

 
Às 22 de agosto de 2008 14:04 , Blogger .Intense. disse...

Vim só deixar um pedacinho da minha vida pro seu silêncio intenso, então...

;)

Engraçado que eu notei que vc sumiu, mas em momento algum achei que vc não fosse voltar mais. Ainda bem.

;*

 
Às 22 de agosto de 2008 16:31 , Blogger Mysterious Ways disse...

não adianta puxar o saco agora. Já era, tá condenado.

Bem vindo ;)

 
Às 25 de agosto de 2008 16:17 , Blogger Thefy disse...

Adorei aqui...
Bjokas flor...

 
Às 26 de agosto de 2008 14:51 , Blogger Patricia Daltro disse...

"Blof é o que não está escrito" realmente é isso que é, para mim, um blog. O que há por tras do que se é dito, e o que mais me toca. Bonita definição. parabéns

 
Às 29 de agosto de 2008 11:28 , Blogger Lary disse...

tô sentindo falta do seu "silêncio"...

 
Às 2 de setembro de 2008 10:53 , Blogger tici disse...

também sou blogueira infidelíssima... mas sempre volto. :)
Beijo!

 
Às 19 de setembro de 2008 22:03 , Blogger Danusa disse...

Sou fã há pouco tempo mas fico feliz que continue por aqui. Você deixa muita inspiração entre as linhas do texto. Não páre!!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial