terça-feira, 1 de julho de 2008

Eu?!?

Cada voz que canta o amor não diz tudo que quer dizer.
Tudo o que cala fala mais alto ao coração.
Silenciosamente, eu te falo com paixão.

São silêncios, são soluços, é tudo o que não dissemos. É a seca que fica neste minha garganta-caneta, é tudo o que não vivi. Aí é que está a intensidade, o excesso, a verdade. É ali que estou.

Mutante, metamorfose sem fim, me redescubro em cada um dos silêncios vivendo histórias imaginárias que se sucedem e repetem na minha indefinida rotina. Um a um, tudo ao mesmo tempo. Milhões de motivos pra acabar por aqui e um único e decisivo que me mantém em frente.

Ando devagar porque eu já tive pressa.
Levo este sorriso porque já chorei demais.

Lindo, profundo, mentira! Eu tenho é muita pressa. Que a potência dos meus sonhos transmute em engrenagens poderosas e façam meu mundo girar. são só duas opções: comigo ou sem mim. Que venham todos dispostos a somar. Passei da fase de me doar por nada.

Pessoas que vem e vão. Amigos, contatos, desconhecidos, desafetos. cada um deixando em mim um pouco de si e levando embora um pouco de mim. Já não sou o mesmo homem nem é o mesmo o rio. Águas passadas que não voltam mais.

E nossa estória não estará pelo avesso assim, sem final feliz.
Teremos coisas bonitas pra contar e até lá vamos viver.
Não olhe pra traz, apenas começamos.

Me movimento lentamente entre as esferas da minha vida, vez ou outra trocando a fantasia. Estou e não estou feliz. Procuro em todos os cantos uma coisa que eu não sei o que é. Qualquer caminho é certo pra quem não tem destino? Então sigo na direção certa. só não quero parar. Sempre em frente.

Estou tão seguro quanto imprevisível. Aboli todos os planos, a meta é viver. Existir não me sacia. Deixar marcas por onde passo. Nos lugares, nas histórias, nas pessoas. Recomeçar coisas que não terminaram. Renascer.

Força! Quando mete o pé na porta é com força.
E agora só misturando pra ver no que vai dar.

Não quero ser claro nem entendido. Que as palavras sejam entendidas como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimento. É muito som, volume e fúria. Tempestade dentro de mim e o que eu mais quero é te molhar. Lavar a alma, descarrego.

Me desafio todos os dias a ser uma pessoa melhor. Can´t find a BetterMAN, concorda? Eu ainda não. Visão, missão e meta. Pés na estrada, vento no rosto. Olhos no futuro. Já começou. A decisão é sua, não existem paradas programadas. É ir com o barco ou se jogar da ponte da vida.

Muito prazer, eu renasci.

Marcadores: , , ,

19 Comentários:

Às 2 de julho de 2008 02:43 , Blogger .Intense. disse...

É como eu te disse outro dia - vc me silencia. Eu nunca sei o que dizer. Hoje eu segurei, mantive, desviei...agora não deu, as lágrimas vieram e eu cansei de segurar. É dor e é alívio, de ver meu silêncio traduzido, em palavras que nem são minhas - eu jamais conseguiria me desnudar de tal forma, mesmo que excesso e intenso, mesmo que Intense.

Mais uma vez, eu te peço desculpas pelo meu silêncio, que tem me escondido. E te falo em tantas entrelinhas: BetterMan? eu quero minha força como era antes...o que tenho é só meu, e de nada vai me adiantar fugir ou deixar de sentir.

Obrigada. Pelo silêncio que vc traduz.

...

 
Às 2 de julho de 2008 14:30 , Blogger Segunda a Sexta disse...

Olha, vou te dizer uma coisa, vc pegou todos os meus pensamentos de junho e colocou num post, sem saber.

Abraço!

 
Às 2 de julho de 2008 23:16 , Anonymous *Mimi* disse...

Talvez cantar seja um pouco reflexo do silêncio da alma...o que eu cantaria pra vc hj...
Beijo,
*Mimi*

Não existiria som
Se não houvesse o silêncio
Não haveria luz
Se não fosse a escuridão
A vida é mesmo assim,
Dia e noite, não e sim...
Nós somos medo e desejo,
Somos feitos de silêncio e som,
Tem certas coisas que eu não sei dizer...

 
Às 3 de julho de 2008 23:04 , Blogger 'Meu mundo. disse...

o silencio sempre fala mais alto,é sempre o que consenti.

gosto de tudo que tu escreve.
:)

 
Às 3 de julho de 2008 23:27 , Blogger Bel disse...

Eu já vim aqui várias vezes, li e reli este post, e não consegui comentar. Por que terá sido???

Bom, agora vim responder teu comentário... The Better MAN é candidato??? Xá comigo que eu produzo a campanha!!! hehehehe

Um xêro!!!

 
Às 4 de julho de 2008 00:32 , Blogger [P] disse...

Renasceu e, ao que tudo indica, parece que tomou o rumo certo, ainda que desconhecido...

 
Às 4 de julho de 2008 00:49 , Blogger Dona Laura disse...

"Estou tão seguro quanto imprevisível. Aboli todos os planos, a meta é viver. Existir não me sacia. Deixar marcas por onde passo. Nos lugares, nas histórias, nas pessoas. Recomeçar coisas que não terminaram. Renascer."

Realmente esse post foi de ouro!
sabe assim, não tenho o que dizer?
e essas coisas me vieram no pensamento durante a volta da sua cidade, poxa, nem sabia que vc era de ctba mesmo,sou louca-fissurada-apaixona por essa cidade, planejo ir pra morar e já saí daí pensando em voltar, no máx daqui a 2 meses e dessa vez aviso!!

hey BetterMan, como vc está?
tb tava com saudade de suas letras por lá!
BeijoBeijo!

 
Às 4 de julho de 2008 08:48 , Blogger Caféína disse...

rsrsrsrsrss

ai ai ia
a maçã do amor, toda melecada, é de lamber os beiços, como dizem por ai!!!

já pegou a maçã???

 
Às 4 de julho de 2008 10:37 , Blogger Déa disse...

Oi! Antes de tudo, obrigada pela visita lá no meu blog.

Quanto ao seu texto, ele é muito bom, embora não concorde com algumas coisas, mas é questão de escolha pessoal de vida. Eu por exemplo, não tenho mais pressa para nada. Vou realmente devagar, porque já tive pressa. Quando ao sorriso, tento abri-lo novamente. Mas sei que já chorei demais! Em breve, vou conseguir conter essas lágrimas, que são absoluamente de uma saudade sem fim. Beijos

 
Às 4 de julho de 2008 11:30 , Anonymous Márcia(clarinha) disse...

Não existe nada programado na vida, os momentos são sonetos de um único acorde, acordemos para as tênues linhas que separam sanidade da razão.

Permita-se à felicidade, movimente-se pelo devaneio como se real fosse, viva, ama, grita e durma em paz...

Beleza tudo por aqui.
lindo dia,
beijos

 
Às 4 de julho de 2008 11:31 , Blogger Leticia disse...

Belo post.

Evidente o valor dos silêncios e das pausas na nossa vida porém muitas vezes saber como agir depois destes é , quase sempre , o mais difícil.

Vim retribuir a visita e não me frustei.Voltarei...

 
Às 4 de julho de 2008 13:24 , OpenID ninguemsabe disse...

acabei de ler seu blog INTEIRO!!!
li tudo porque li o ultimo post e queria ver mais, mais e mais.
excelente...
bom final de semana
beijos

 
Às 4 de julho de 2008 21:29 , Blogger Natyx Lisboa disse...

ainnnnn que liiindo!
lindas palavras!

todos nos vivemos numa eterna morte e renasicmento é o ciclo da vida...só somos felizes se vivermos numa constante reciclagem pessoal!

brigado pela visita
beijoss ^^

 
Às 6 de julho de 2008 21:32 , Blogger A Bruxa disse...

"Passei da fase de me doar por nada".
E pensar que vamos fazer isso pelo resto de nossas vidas, sem perceber... E ainda assim vamos amar estar fazendo! ;)

 
Às 7 de julho de 2008 20:16 , Blogger Ultra Violet disse...

Adoro essas músicas tb, mas aqui vejo um homem que não consegue ser melhor [na sua opinião], mas parece ser intenso em tudo o que faz e tenta viver e ser feliz.

Adoro o Silêncio, aliás, um certo Silencioso! rs

Bjs.

 
Às 8 de julho de 2008 20:38 , Anonymous Beatriz disse...

“Por onde quer que eu vá, eu levo você no olhar.
Ah, se você ao menos soubesse...”

Gostaria de ter escrito estes versos... talvez os tenha escrito na alma, em silêncio, em algum momento da vida.

Não sei como entrei aqui, mas devo te dizer que adorei o teu espaço, o teu jeito sincero, profundo e sentido de escrever, teu posicionamento frente à vida, teus questionamento, as respostas que encontras na própria experiência, enfim, tudo aqui transpira uma verdade que é tua, extraída de uma vivência que proporciona aos que te lêem, um mergulho nas reflexões que suscitas.

Bem sei que as coisas que eu li por aqui nunca as escreveste... Sei que são só palavras, texto, ensaio e cena... por isso quero te dizer que, quando amanhece com sol eu também me sinto uma pessoa melhor.

Gostei muito daqui, e se deixares, vou voltar!

Ficam flores e estrelas entrelaçando sorrisos no teu sonhar, um beijo no coração, e o desejo de que horas alegres componham os teus dias.

 
Às 8 de julho de 2008 23:40 , Blogger Ana Amélia Teixeira disse...

Eu ainda to nessa fase de me doar por nada;
e já estou cansada disso;
quer dizer:Já cansei!!!!

 
Às 10 de julho de 2008 09:43 , Anonymous Jurandir disse...

Parabéns pelo blog. E com conteúdo, o que é raro de se encontrar hoje em dia. Acho que pode rolar uma interação legal entre nossos blogs. Dá uma passada lá e confere. (me procura por "Jurandir")

- O Equilibrador de Pratos -

O que os homens pensam?
Relacionamentos. Teorias. Discussões. Comentários. Mulheres. Sexo. E pratos equilibrados em varinhas. Bem-vindo à vida real.

3 amigos (B. Sacamano, Hannibal e Jurandir, pseudônimos, claro) que resolveram fazer um blog tratando de assuntos que abordam o "Universo Homem + Mulher = Relacionamentos". Retrata todos assuntos citados acima, com textos bem escritos, humorados, ácidos, sarcásticos, irônicos e, sinceros ao extremo. Vale dar uma conferida. E que atire a primeira pedra quem não se identificar com algo.

Blog: www.oequilibradordepratos.blogspot.com
E-mail: oequilibradordepratos@hotmail.com
MSN: oequilibradordepratos@hotmail.com

PS: por que o nome "O Equilibrador de Pratos"? Entre no blog e descubra. Será um "soco no rim". No bom sentido, é claro.

 
Às 10 de julho de 2008 17:26 , Blogger Mysterious Ways disse...

é, a vida é assim, bem simples e muito complexa, ao mesmo tempo.

beijucas da Mysterious, Better Man.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial