quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Estabilidade ou Salto no Escuro?

O conceito de estabilidade é uma coisa que há muito tempo me intriga. Na verdade o que desperta a minha atenção é a necessidade das pessoas de buscá-la, esquecendo-se do caráter irônico e imprevisível do destino.

Conheço pessoas que tem seus planos de vida desenhados sobre longas folhas milimetradas, cartograficamente formando fluxogramas, cronogramas e check lists. Lineares, detalhados e, invariavelmente, pretensiosos.

Estas são pessoas que renunciam ao novo e ao desconhecido em prol da segurança e da previsibilidade. Não acho isso condenável, apesar de não ser a minha praia. Só acho míope uma visão que não leva em conta os fatores externos.

A vida é cheia de stakeholders que exercem pressão sobre nossas vidas. Cada escolha consciente é uma alavanca coercitiva sobre infinitas seqüências de fatos que jamais poderíamos imaginar. Cartesianos tem planos frágeis.

Há algum tempo eu desisti de escrever os meus planos, uma pessoa importante me ensinou. Sem planos, sem expectativas, sem frustrações. A receita também não é assim tão simples, pois por mais que a cabeça incista, o coração não pensa bem assim.

De toda forma, acho que falta na vida de muitas pessoas um pouco de salto no escuro, de mergulho em tinas d'água desconhecidas. As pessoas deviam se preocupar mais com a pirueta e menos com a rede de segurança. Mais com a experiência do que com a plástica da cenografia.

Minha vida já teve muitas reviravoltas. Agora senta que lá vem história.

Marcadores: ,

2 Comentários:

Às 23 de janeiro de 2008 13:47 , Blogger Mysterious ways disse...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

 
Às 7 de outubro de 2008 17:18 , Blogger Mysterious Ways disse...

tudo excluído !

hdauhsduashahs

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial