segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Shhhhhhhh!

São muitas coisas que preciso falar e tantas outras que não posso dizer. Eu não posso dizer que te amo, nem gritar tudo o que sinto. É muito volume, som e fúria. Então calo pequenos silêncios e componho coisas que não posso falar. Rabiscos de alma, rascunhos de dor. Cuidado! As coisas que você lê aqui eu nunca escrevi. São só palavras. Texto, ensaio e cena.

Shhhhhhhhhh! Faça silêncio. A vida tem sono leve...

Marcadores: , ,

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial